All posts in Serie

Salve, salve galera !!!

Prosseguindo com o nosso assunto de customização de build process template, nesse post vamos começar a entender o que são os componentes do build process template e como podemos utilizá-los. Mas antes de prosseguir quero fazer um complemento ao post anterior (Parte 1) eu acabei passando por cima das diferenças entre Variáveis e Argumentos. Basicamente as diferenças são que as variáveis tem um escopo definido e delimitado (por exemplo a uma atividade específica) e os argumentos são os valores informados na criação da definição de build visíveis em todo o workflow.

Mas conforme prometido deixemos de lero-lero e vamos por mão na massa.

Nesse post vamos ter um panorama geral de como editar o workflow adicionando atividades e editando-as de maneira estática no primeiro momento.

Read more


Salve, salve galera, hoje vamos falar sobre alguns principios de orientacao a objetos que sao muito uteis no dia-a-dia e que muitos desenvolvedores desconhecem. Se trata dos principios SOLID.

O termo SOLID se trata de uma abreviacao ( ou de um acronimo como preferir) das primeiras letras de 5 principios muito utilizados e que garantem uma maior estabilidade do codigo.

Os princípios são os seguintes:

  • Single responsibility principle (SRP) – Principio da responsabilidade unica ( Veja AQUI )
  • Open/closed principle – Principio aberto/fechado
  • Liskov substitution principle – Principio da substituição de liskov
  • Interface segregation principle – Principio da segregação de interface
  • Dependency inversion principle – Principio da inversão de dependência

Não vou entrar em detalhes deles por que iremos criar um artigo para detalhar cada um.

Ma de maneira geral temos em comum para todos:

  • Alta taxa de manutenção
  • Facilidade de testes
  • Maior aproveitamento
  • Fácil de estender
  • Garantir integridade da aplicação
  • Evitar códigos defeituoso
  • Evitar código duplicados
  • Etc.

Esses princípios parecem óbvios porem poucos desenvolvedores e ate mesmos arquitetos utilizam.

Eles garantem que temos uma padronizam e uma melhor utilização das ferramentas (independente da tecnologia) e que consigamos extrair o máximo delas.

Nos próximos artigos iremos abordar de maneira bem pratica cada um.

Ate a próxima galera.


Salve, salve galera…

Todos nós quando estamos desenvolvendo rotinas que trabalham com números imputados temos que nos atentar nas conversões e garantir que não haverá problemas.

Para isso temos a opção de realizar a conversão utilizando o método TryParse, porém, se a cada recuperação de dados fizermos isso nosso código ficara bem extenso. Então hoje vou demonstrar um recurso simples, mas que auxilia muito na nossa vida. Assim como temos o método ToString() que realiza uma conversão “automática” do valor para string, criaremos um método ToInt(), para que possamos de maneira simples recuperar valores imputados, ou realizar conversões com valores tipo INT.

public static int ToInt(this object param)
{
      int saida;
      if (param != null)
      {
           if (int.TryParse(param.ToString(), out saida))
                 return saida;
           else
                 throw new InvalidCastException("Impossível converter para inteiro");
      }
      else
      {
           throw new InvalidCastException("Impossível converter para inteiro");
      }
}

Pronto pessoal, esse é nosso método de extensão para recuperar o Int de um atributo ou variável, ou afins. E para utilizar basta chamarmos da seguinte forma.

int variavel = txtNumero.Text.ToInt()

Salve, salve galera…

Acredito que assim como eu todos em algum momento pensem em desenvolver um projeto mas depois mudam a ideia ou ate mesmo o nome do mesmo.. no TFS Service isso pode ser um tanto quanto traumático a primeira vista, já que , no portal não temos a opção de “Remove Project”. Pensando nisso, nesse post vou mostrar como remover um projeto do TFS Service, aumentando as possibilidades de projetos desenvolvidos e deixando nossa  área  de trabalho mais limpa.

A primeira coisa a ser feita e navegador via prompt de comando ate o diretório de instalação do nosso visutal studio 2012.


cd C:Program Files (x86)Microsoft Visual Studio 11.0Common7IDE

Acessando o diretorio

 

 

 

 

 

Dentro do diretório temos um exe chamado TFSDeleteProject que faz a remoção do projeto e aceita como parâmetro a URL da Collection que trabalhamos e opcionalmente o nome do projeto

CUIDADO: se o nome do projeto nao for informado a Collection inteira sera removida. E essa operação não tem retorno.

Podemos utilizar o TFSDeleteProject da seguinte forma:


TFSDeleteProject.exe /collection:https://guilhermescardoso.visualstudio.com/DefaultCollection <<Projeto>>

TFSDeleteProject

 

 

 

 

 

Apos isso serão realizadas algumas verificações e solicitado se confirmamos ou não a remoção.

Confirmacao

Logo apos sera possível acompanhar a remoção dos diretórios do projeto.

 

Final

 


Salve, salve galera.. vou iniciamos hoje uma serie de artigos com algumas dicas simples, porém muito uteis no nosso dia-a-dia de desenvolvimento. Nesse primeiro artigo da serie vou dar uma dica utilizando SQL Server 2008. Quem nunca precisou algum dia pegar uma string de caracteres e quebrar ela por algum delimitador – exemplo clássico de arquivos separados por “;”, bom seguindo essa linha de raciocínio e partindo do principio que funções de manipulação de dados executadas no servidor ficam mais rápidas para serem processadas, vou mostrar um código simples, uma função do SQL Server Read more